ShareThis

06 maio 2011

My Sweet Trapiá

Wilson's House


Se eu tiver a sorte de chegar a ter uma boa velhice, e estiver na minha cadeira de balanço fumando meu cachimbo olhando para o tempo, afogado em pensamentos e lembranças, certamente uma dessas doces lembranças que terei será dos momentos que passei em companhia da Família Wilson no Sítio Trapiá, esse lugarzinho perdido no meio do Nordeste do Brasil, região rural de Assú, à 45Km de Mossoró (RN).

E foi nesta região de onde tenho tantas boas recordações e amigos eternos que eu e Paulo Wilson, no carnaval deste ano (2011) que passei por lá, compomos em parceria uma música que homenageia um senhor de mais de oitenta anos chamado Zé de Tonho que, com essa idade, tem gás de sobra para animar os forró’s que a comunidade frequentemente promove.

Paulo Wilson


Essa música fala basicamente desse fascinante senhor e da beleza que está no envelhecer! Beleza esta hoje tão desprezada por muitos desta geração que olham a velhice como uma maldição da existência.

Paulo Wilson é filho de Mike e Davina Wilson, missionários ingleses que há mais de vinte anos trabalham na comunidade Sítio Trapiá.

E quando eu falo trabalhar não me refiro às ações de muitas missões gringas aqui no Brasil para implantação de igrejas. Ao contrário, eles vieram no intuito de trabalhar junto à comunidade local para, com ações de conscientização na área social, educacional e agrária, tentar melhorar sensivelmente a qualidade e expectativa de vida dos moradores locais.

O casal têm três filhos: Débora, Paulo e Julia.

 Família Wilson
Deb, Davina, Mike, Paulo e Julia

Estou lendo um livro chamado Cartas entre Freud e Pfister, que são as cartas trocadas pelo pai da psicanálise e um pastor protestante. Aparte todo o embate ideológico que os dois travavam, é comovente ver que, em detrimento disso, existia uma grande amizade entre os dois. Estou citando esse livro pelo fato de, em uma das cartas, Pfister declarar:

“Se me perguntassem sobre o lugar mais aprazível da terra, eu responderia: informem-se na casa do professor Freud!”

Faço desta frase de Pfister a minha para os Wilson. Eles que sempre em minhas visitas me acolhem tão bem, e com os quais aprendi e aprendo tanto!

Gabriel no triângulo, eu na percussão, Zé de Tonho na Viola e João da Baleia na sanfona
Animando o "risca faca"! 

Infelizmente não se têm (pelo menos por enquanto) um registro da música em áudio. Mas deixo registrado abaixo a letra. Ela tem um formato bem simples, cantado quase como uma “embolada”, mas como compositor de primeira viagem me dou por satisfeito!

Abraço a todos!

ZÉ DE TONHO – Paulo Wilson & George Facundo

Zé de Tonho já tá véi
Num pode mais jogar bola
Se correr por um minuto
Fica com a língua pra fora

Vocês sabem como é
A velhice é de lascar
Dói os ossos, dói o corpo
E esporte nem pensar

(Refrão 2x)
O seu nome é Zé de Tonho
Esse cabra é talentoso
Tem alma de forrozeiro
É poeta desde moço

Cabra novo vê um véi
E faz logo palhaçada
Dizendo que velho é frouxo
E num serve mais pra nada

Eu escuto coisa assim
Fico logo irritado
E vou mostrar pra voçê
Que ser velho num é pecado

(Refrão 2x)
O seu nome é Zé de Tonho
Esse cabra é talentoso
Tem alma de forrozeiro
É poeta desde moço

Você fala sem respeito
Que nunca quer ser avô
Pois deve de ser muito triste
Num sentir fogo do amor

Sinto muito lhe dizer
Mas você tá enganado
Pois depois lá do viagra
O negócio tá animado

(Refrão 2x)
O seu nome é Zé de Tonho
Esse cabra é talentoso
Tem alma de forrozeiro
É poeta desde moço

O Velho tem caminhada
Tem vida e alegria
É o melhor pra ensinar
Amor e sabedoria

Ser velho é para poucos
Né pra qualquer vagabundo
Vá chegar aos oitenta
Com tanta ruindade no mundo

(Refrão 2x)
O seu nome é Zé de Tonho
Esse cabra é talentoso
Tem alma de forrozeiro
É poeta desde moço

Homem como o Zé de Tonho
Todos têm que respeitar
Pois com a idade dele
Faz forró em Trapiá

Queria eu ser como ele
Que mesmo não sendo atleta
É admirado por todos
Pela alma de poeta

(Refrão 2x)
O seu nome é Zé de Tonho
Esse cabra é talentoso
Tem alma de forrozeiro
É poeta desde moço

O jovem vem se amostrá
Sabem ler e escrevê
E pensam que com os velhos
Não tem nada o que aprender

O segredo de uma vida
Não é ser ligeiro e forte
Tem que ser muito sabido
Pra poder enganar a morte

(Refrão 2x)
O seu nome é Zé de Tonho
Esse cabra é talentoso
Tem alma de forrozeiro
É poeta desde moço

De agora em adiante
Mude seu jeito de ver
E aprecie com respeito
A benção que é envelhecer

A gente apresentou
Uma rima pra vocês
Feito por um cearence
Junto com um lord inglês

(Refrão 2x)
O seu nome é Zé de Tonho
Esse cabra é talentoso
Tem alma de forrozeiro
É poeta desde moço

23 comentários:

Naiana Carvalho disse...

Rá! r
É isso, George! ;)

Thâmara Cristina disse...

Legal ter um lugar assim para se refugiar...

Thaíla disse...

haha, mas vcs arrazaram na composição, esse dialeto aí tá puramente regional! Eu vi o seu Zé de Tonho em cada trecho, em cada particularidade do refrão que eu repetia... nem precisava de foto, eu desenharia ele com esse chapéu aí, olhando pros dedos a caça,do mesmo jeito =p

Ah, tmbm quero uma cadeira de balanço, pra quando eu velhinha só querer ficar brisando ;)

Beijos!

Dans mon île... ઇ‍ઉ disse...

owwwwwwwwww gloria
é por isso que eu pago o TRIzimo todo santo mês e dou mtas oferta$ e$peciai$ para o meu paipo$tolo George!!!!

o paipostolo George é completo: prega heresia,exorta mas so ensina coisa errada(viva la vida),santa ceia na igreja dele nao tem so vinho mas tb ice,vodka,whisky;ele tb tem o poder de arrumar marido alem da unçao da voadora (mais poderosa que a do benny ^^), ele baba enquanto ora , grita(e mt) , rodopia,sobe na parede,faz descer fogo do ceu e neve ao mesmo tempo em pleno nordeste... advinhaçao..viiixxx é com ele mesmo!!!!ops! se chama revelação/profecia rsrs
E agora ele é cantor e compositor...Marco Feliciano que se cuide hein pois desse jeito
todos seus cds irao encanhar haha
fica a dica:quem sabe o paipostolo george nao se canditate tb =p


p.s: so tenho uma duvida paipostolo...perdoe a minha incredulidade e insegurança mas queria saber se o trizimo aumentará por conta desse sua graduaçao no campo cele$tial

(por essa pergunta ja depositei o valor referente para a compra do jatinho ungido para as mi$$oe$..ou seja..kkk)

Anônimo disse...

Ah, por uma momento pensei que tinha comprado o caixão..."acompanhar"... "campo celestial"...."Zé do Tonho"...atpe pensei na viúva linda que ficaria! Acredita?!ahahahahahahaahh Eraldo Sá)

Groucho KCarão disse...

Eu adorava ir pra cantoria. Ainda adoro, só é difícil aparecer oportunidade de ir ver. Essa composição lembrou minhas aventuras também nesse ramo. Parabéns pelo post e pela composição, Nick Mason. Desse jeito, Waters e Gilmour ficam no chinelo!

Diego Cosmo disse...

Pow George, Impecável essa música!
Sinta-se na obrigação de grava-la hehe. O Wendel do jeito que é, vai da mó valor!

valeu!

Daniel Brandao disse...

gostei muito da música, fiquei com vontade de ouvir cantada, essa familia é 10, gosto muito da Davina, todos muito dedicados com a obra. um grande abraço george

Anísia Neta disse...

George!!! Que rima massaaa!! Adorei a música!! A experiência com certeza fantástica!! Muito bela a sensibilidade e a sabedoria de perceber o melhor da vida em todo lugar que se vá!!! Parabéns!!! Quero ouvir a música, e cantar junto em coro!!!! E dançaaaaaaaaaaaar!!!!!
BjoOO querido! Saudades baianas!!!

kku275 disse...

Oxe que essa rima ficou foi da boa!!!
Muito bom George e também ao Lord inglês.
Tá faltando só o audio agora!!! =)
Abraços e paz!

Anônimo disse...

George,
Gostei muito do blog cara, e do refrao tambem. O "pivete" tocando triangulo e Gabriel, e o nome do sanfoneiro eh Joao da Baleia =)
Escrevi mais 2 poemas desde que vc foi embora.
Como vc esta? E a Lorena?
Abraco
O "Lord Ingles"

@guinguinha disse...

Ai que interessante *-*
Até já imagino o ritmo dessa música. Gostei muito!

Fabrizzio Facundo disse...

Poxa é isso ai Geroge! gotei muito dos versos seus ainda mais da sua atitude de homenagear tantos idosos atraves deste seu Zé do Tonho. muito interessante suas colocações pois realmente é o que vemos no dia a dia! cotinue compondo Senhor dos versos! Parabéns! mas aqui ó quero ver vc cantar! Abração sobrinho.

CELIA disse...

VALEI MEU SUBRINHO , TINHA QUE SER CEARENSE PRA SER UM POETA E RIMADOR.

Frido disse...

HAsHsaHa... Esse George.. Ow saudades dos tempos que a gente fazia umas disciplinas juntos... hahaha O CARA é O CARA! Como é que pode? Essa letra ta iradissima! Tu tens uma imaginação, enormeeeeeeee, e uma criatividade e uma potência tão grande pra se expressar... textos e mais textos gigantes e sempre lindos!

Entre calcinhas ;) disse...

HAHAHA! ..
Eu gostei da música!
...lembra cordel, né?!
Adoroo literatura de cordel. xD

Anderson Morais disse...

kkkkkkkkkkk Gabriel so tilingo tingo rsrsrsrsrs

Cláudia disse...

Poxa George! Tem que botar o áudio!!!! Deve ficar mais massa ainda! =D

andreia inoue disse...

ola george,
audio urgente por favor,queremos acompanhar a musica.
:D
e quem nao queria uma casa dessas ne?so lembra sossego e tranquilidade,
um abracao.

Roberto Cleyber disse...

Valha, má!
O que é "Paipóstolo" que essa doidinha postou nos coments? Tu tá recebendo TRÍZIMO? RÁRÁRÁRÁRÁ!
Eu ainda vou um dia pra esses estudos heréticos e etílicos... deixa só eu parar de tomar meu gardenal! Tu vai ver.

Helen Karla Figueiredo disse...

Shalom, Adonai, Shalom.

Ei, macho véio, amei. Tu é uma grata surpresa de espécime masculino. Com todo respeito ao seu love ao qual sou fã e torço por vocês. Um forte abs.

Dios te bendiga!!!

Wendel Cavalcante disse...

Gerorge,

Que massa, cara!!!
E obrigado por compartilhar o segredo do "Seu Zé de Tonho"!
"O segredo de uma vida
Não é ser ligeiro e forte
Tem que ser muito sabido
Pra poder enganar a morte".

Abração e você e o Paulo estão de parabéns!!

www.estradasou.blogspot.com

Anônimo disse...

http://site.ru - [url=http://site.ru]site[/url] site
site