ShareThis

25 julho 2012

Resenha (CD's): Simply Red - "It's only love"





Banda: Simply Red
Album: It's only love
Ano: 2000
Gravadora: Warner Music

Este certamente é uma bolachinha preciosa que tive o prazer de encontrar nos meus eternos garimpos na parte de discos a preço de banana das Lojas Americanas.

Simply Red é uma banda inglesa surgida na década de oitenta, liderada pelo exótico vocalista Mick Hucknall, que tem uma voz peculiar e basicamente é a imagem central da banda que durante o passar dos anos mudou sua formação diversas vezes.

A banda emplacou sucessos nas Fm's que, certamente, se você viveu neste planeta nos últimos trinta anos com absoluta certeza você já ouviu uma música deles. Principalmente nestas rádios "softs", tipo sei lá, uma Tempo FM da vida que é especializada em músicas românticas e flashbacks. Basicamente toda capital do Brasil tem uma rádio dessas.

Mick Hucknall 
A voz e a cara do Simply Red

Enfim, este disco é perfeito para embalar uma noite romântica. A trilha sonora de uns bons pegas no sofá ou no banco traseiro de um carro. E esta coletânea tem o título "It's only love" não à toa. É uma compilação das melhores canções de amor do Simply Red. Quase todos os clássicos estão aqui: a arrasadora "If you don't know me by now", a sensual "Holding back the years"; as lindas "Say you love me" e "The air that I breathe". Também "Ev'ry time we say goodbye", que é de partir o coração.

Ainda há uma versão bem sexy de um clássico corta pulso do Neil Young chamada "Mellow My Mind". O que na voz do Neil Young é um lamento de um bêbado de coração partido, na voz de Mick se torna quase que um convite ao sexo.

Quando você pensa que o sonho acabou, o disco nos brinda com "Stars" e "Heaven" de saideira.

Obviamente quando eu disse que neste disco estavam quase todos os clássicos (apesar das 19 faixas da coletânea) não exagero neste "quase", pois o disco peca mortalmente por deixar de fora "Sunrise" e a clássica das trilhas de casamentos: "You make me feel brand new". Esta última de fazer arrepiar os cabelos da nuca.

Particularmente este disco marcou muito minha viagem a Natal com meu amor, Lorena. Foi trilha sonora de uma noite perfeita com direito a dança com rostinho colado no meio da sala à meia luz, e banho de piscina no começo da madrugada. E o sonzinho lá, só faltando furar este disco de tanto tocar.

Minha Lorena!

"I don't believe in many things, but in you I do!"    


Vai dar um jantarzinho romântico em casa meu amigo? Bote meia luz, acenda umas velinhas, prepare um prato leve, e na hora que ela entrar aperte o play. Os olhos da sua fêmea vão dilatar na hora!

Não sei se vocês sabem, mas encontraram este disco em umas ruínas onde, provavelmente, ficava o harém do Rei Salomão. Arqueólogos dizem que provavelmente ele escutava este disco enquanto se perfumava e aparava a barba antes de suas famosas festinhas no seu oásis particular. O cara sabia das coisas!

Rei Salomão, ouvindo Simply Red e já matutando sobre a festinha no harém! 

Então você pergunta:


- Ei imbecil, onde está "For your babies"?

Calminha aí Ó desocupado leitor, esqueci dela não. Deixei a cereja do bolo por último!

A PREDILETA:

Apesar de reconhecer que é difícil ter uma predileta num repertório cheio de clássicos, arrisco-me, sem medo de errar, que sim, esta é a que eu mais gosto. Sempre foi marcante em minha vida, e sempre será. Se música, para alguns, é trilha sonora da vida, nossa! Simply Red certamente fez parte de várias cenas.

E certamente, em algum momento, para o bem ou para o mal, deve ter feito parte da sua também!

É isso!

Ouça "For your babies" no vídeo abaixo:


Um comentário:

kalyna ramos disse...

heheheh massa demais Simple Red